quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Diretor da ala jovem de igreja evangélica é suspeito de cinco casos de pedofilia


Diretor da ala jovem de uma igreja evangélica , um homem de 34 anos é investigado pelo crime de pedofilia contra pelo menos cinco crianças. Em entrevista à Banda B nesta quarta-feira (3), o delegado Hertel Rehbein explicou que o caso
corre sob segredo de Justiça e que o suspeito foi conduzido coercitivamente à delegacia do município durante a última sexta-feira (29).
Segundo a Polícia Civil, o caso chegou à após denúncia pelo telefone 181 e, no mesmo dia, foi expedido um mandado de busca e apreensão suspeito. “Segundo consta nas investigações, as vítimas tem entre 12 e 17 anos, mas pode haver ainda outra, que seria uma criança e que no momento estamos tentando localizar”, disse o delegado.

Com a ordem de busca e apreensão, a Polícia Civil apreendeu na última sexta diversos objetos na casa do suspeito, incluindo celulares, laptops e câmeras fotográficas. “O suspeito já foi interrogado e liberado na sequência. Durante a busca e apreensão, porém, encontramos um simulacro de arma de fogo que teria sido utilizada para ameaças as vítimas. Duas testemunhas teriam reconhecido que o objeto foi utilizado pelo suspeito”, explicou.
O inquérito tem duração de 30 dias e pode ser prorrogado por mais 30. A Polícia Civil deve mostrar se há ou não indícios dos crimes neste período.
Como o inquérito segue em segredo de justiça, nenhum nome foi divulgado. O delegado Rehbein lembrou ainda que muitas vezes não há exposição da denúncia por medo e vergonha, mas que é essencial para que os pedófilos sejam presos. “Tem até um chavão: pais, denunciem o suspeito antes que o pedófilo adote o seu filho. São muitas as denúncias no 181, um telefone que não é necessário identificação”, concluiu.de Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba, 
A Delegacia de Rio Branco do Sul segue investigando o caso.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA