quarta-feira, 22 de junho de 2016

Apreensão de drogas sobe 23,5% no Paraná. "Culpa" é do crack e da coca

Carregamento de maconha apreendido pela Polícia Civil em Foz do Iguaçu, em abril: uma das entradas da droga (foto: Divulgação Polícia Civil)
A apreensão de drogas no Paraná deve bater novo recorde em 2016, seguindo a tendência de alta já notada nos anos de 2014 e 2015. Segundo informações da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil do Paraná, entre janeiro e maio deste ano foram apreendidos 12,95 toneladas de maconha, cocaína e crack, três das drogas ilícitas mais consumidas no país, o que representa uma alta de 23,5% no total de apreensões na comparação com o mesmo período do ano passado.

O “boom” na apreensão de drogas se explica, principalmente, pelas apreensões de crack e cocaína, que registraram alta de 296,15% e 144,8%, respectivamente. Já no caso da maconha, em disparado o entorpecente com maior quantidade apreendida, a alta foi mais “modesta”, de 19,48%.
Durante todo o ano de 2015, ainda segundo informações do Denarc, foram apreendidos 636 quilos de crack no Paraná, dos quais 52 quilos nos cinco primeiros meses daquele ano. Em 2016, já foram 206 quilos no mesmo período, o que significa que o total de droga apreendida praticamente quadruplicou comparando os períodos iguais.
Já com relação à cocaína, foram 637 quilos da droga apreendida durante o ano passado, sendo 221 quilos entre janeiro e maio. Neste ano, contudo, as apreensões já se aproximam do total de 2015, com 541 quilos da droga tirados de circulação em cinco meses.
Por fim, a maconha. Droga ilícita mais consumida no país, a “erva” é também a com maior número de apreensões, com o Paraná sempre aparecendo com destaque pelo fato de grande parte do entorpecente comercializado no país vir do Paraguai.
Em 2015, o Denarc tirou de circulação um total de 29,7 toneladas de maconha, sendo quase um terço (10,2 toneladas) nos cinco primeiros meses do ano. Em 2016, contudo, as apreensões voltaram a crescer, totalizando 12,2 toneladas entre janeiro e maio.
Apreensões 2015 (ano inteiro)
Maconha: 29.679,59 kg
Crack: 636 kg
Cocaína: 637 kg
TOTAL: 30.952,59 kg

Apreensões 2016 (janeiro a maio)
Maconha: 12.203,05 kg
Crack: 206 kg
Cocaína: 541 kg
TOTAL: 12.950,05 kg

Apreensões 2015 (janeiro a maio)
Maconha: 10.213,88 kg
Crack: 52 kg
Cocaína: 221 kg
TOTAL: 10.486,88 kg

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA