terça-feira, 3 de maio de 2016

TCU diz que Dilma cometeu fraude em 2014

  O procurador do Ministério Público (MP) junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Júlio Marcelo de Oliveira, disse ontem que a presidente Dilma Rousseff praticou fraude fiscal em 2014, ao permitir gasto público em um ano eleitoral. 
Para ele, a presidente praticou contabilidade destrutiva que levou a deterioração do país. O procurador falou ontem com a comissão do impeachment e denunciou as pedaladas fiscais de 2013 – que levou a rejeição das suas contas em 2014. 

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA