quarta-feira, 4 de maio de 2016

GUARAPUAVA - OPERAÇÃO FANTASMA 2 : DOIS VEREADORES DO PPS E EX SECRETÁRIO EXECUTIVO DE CÉSAR SILVESTRI FILHO TEM PEDIDO DE SUSPENSÃO DE SEU AFASTAMENTO NA CAMARA NEGADOS PELA JUSTIÇA - ELES VÃO CONTINUAR AFASTADOS DA VIDA PUBLICA!

"Documentos apresentados pelo Ministério Público revelam "sérios indícios da ocorrência de ilícitos em prejuízo do Município de Guarapuava e da sua população"




A juíza Paôla Gonçalves Mancini, da 2ª Vara Criminal de Guarapuava, negou pedido dos vereadores afastados Edony Kluber Kluber ( ex secretário do prefeito Silvestri) , Celso Costa e Márcio Carneiro, agora eles ficam  fora do cargo por tempo indeterminado.
A defesa dos vereadores e do ex - Secretário de Administração do prefeito  César Silvestri Filho,  requereu a revogação da liminar que suspendeu os três vereadores, por considerar que não havia "pressupostos autorizados" e também porque um dos envolvidos, Márcio Carneiro, ainda não foi denunciado.
Mas a juíza acatou parecer do Ministério Público,  segundo o MP,   existem  provas suficientes tanto na inicial quanto nos "novos elementos carreados aos autos", demonstrando que novos e importantes indícios coletados justificam que eles ( OS VEREADORES )  continuem fora dos cargos.


Ao propugnar pela manutenção da liminar,  DR ª Paôla Gonçalves Mancini,  declara, em seu despacho, que os documentos apresentados pelo Ministério Público revelam "sérios indícios da ocorrência de ilícitos em prejuízo do Município de Guarapuava e da sua população", e que a suspensão dos mandatos é uma prevenção diante do "justo receio da utilização da reiteração criminosa".

Nesta parte, a juíza faz alusão a uma ponderação da defesa, de que o afastamento liminar "ad eternum", isto é, demoradamente, poderia vir em prejuízo dos réus, principalmente de Márcio Carneiro, por ainda não ter sido denunciado. Para a magistrada, este fato "não obsta a manutenção da medida cautelar em questão, eis que dos documentos ora apresentados pelo Ministério Público indicam a propositura de ação penal".

A juiza ,  lembrou que a liminar de afastamento dos   três vereadores foi deferida em fevereiro último e que "até a deflagração do cumprimento das medidas requeridas no presente feito, permaneciam os investigados incorrendo na conduta criminosa", adiantando que o prazo para manutenção do afastamento "depende da análise de circunstâncias específicas, a saber, receio de reiteração criminosa".

DESVIO DE VERBAS – A Operação Fantasma II, realizada pelo Ministéro Público/Gaeco e que levou Edony Kluber, Márcio Carneiro e Celso Costa ao afastamento de suas funções, detectou um suposto esquema de desvio de verbas e recursos públicos por meio da utilização indevida de cargos em comissão na Câmara Municipal.


Segundo as investigações, formou-se uma rede que começava na Prefeitura de Guarapuava, onde Edony Kluber respondia como secretário-executivo, braço direito do prefeito Cezar Silvestri Filho, estendendo-se até a Companhia de Serviços de Urbanização de Guarapuava (Surg) e em pelo menos dois mandatos públicos, dos vereadores Márcio Carneiro e Celso Costa.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA