terça-feira, 26 de abril de 2016

Câmara já foi obrigada a devolver mais de R$ 35 mi por gastos irregulares com publicidade


Já passa dos R$ 35 milhões o valor das multas pagas pela Câmara Municipal  pelos gastos irregulares com publicidade e comunicação institucional. As sanções foram aplicadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que identificou irregularidades nos gastos do Legislativo entre os anos de 2006 e 2011.
Até agora o Tribunal já julgou 54 processos e outros quatro ainda tramitam na  CM de Curitiba
De acordo com o TCE, a Câmara usou dinheiro público para promover os vereadores daquela legislatura. Os contratos com as agências Visão Publicidade e Oficina da Notícia foram assinados pelo então presidente da Câmara, o ex-vereador João Cláudio Derosso (ex-PSDB).
Durante os seis anos investigados, as agências receberam de forma irregular R$ 34 milhões. Uma das empresas investigadas, Oficina da Notícia, pertencia à ex-esposa de Derosso, Cláudia Queiroz.
A auditoria do Tribunal de Contas comprovou, ao todo, 5.297 pagamentos para 302 empresas subcontratadas. Até agora o TCE já aplicou aproximadamente 600 multas, que somam mais de R$ 15 milhões. O órgão também determinou a devolução de pouco mais de R$ 20 milhões para os cofres públicos.

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA

ENTRE EM CONTATO - SUA PAUTA
LIGUE JA